Parei de querer tanto o sorriso dele, quando descobri a importância de meu …

Logo ele, que sempre exigiu caráter,justiça. Que batia pé, se visse alguém maltratando outro alguém. Logo ele, que sempre foi tão anjo, tão amigo. Tão sorriso. Foi o que mais me feriu, fugiu. Sumiu sem deixar rastro. Em dois passos me deixou aqui, chocada, tão machucada. Arrasada com tudo, com tanto. Tanto amor que tinha aqui dentro, tanto amor jogado fora. Meu amor, que eu vi jogado ali no chão. Como um pedaço de papel partido em pedaços, caídos por todos os lados, assim ficou o meu coração. Eu sabia, que tinha que juntar aqueles pedaços, e ir viver a minha vida, bem longe dele, e de tudo que pudesse me lembrar ele. Mas não consegui, não tinha forças, a agonia, a dor aqui dentro era tão grande que não tinha animo para me levantar. Como poderia? Um porrada atrás de outras, varias vezes coração bateu de cara na parede, e mesmo assim continuou a tentar, e assim mais uma vez se decepcionar. Eu tinha vergonha, vergonha de ter tentado tanto, vergonha de ainda estar naquela situação. Vergonha de chorar na frete das pessoas, elas também não aguentavam mais me ver chorando por ele, não intendiam mais porque eu continuava assim. Eu sabia, que essa agonia não ia passar, a resposta do porquê ele tinha feito isso, eu nunca ia ter. Se foi covarde a ponto de fugir assim, não ia ter coragem de vir revelar o motivo … Mas eu sabia que ia ter que sufocar aquela agonia aqui dentro, assim como tudo que sentia, e que um dia senti por ele. E aos poucos, mesmo com tanta dor ainda, fui convencendo o coração, juntando os cacos ali do chão. Lá dentro, ainda estava rolando um mar de lágrimas, mas ali fora, já tinha secado. Tinha cansado, não tinha mais forças para chorar. Alias, tinha sim. Muita. Ô, quanta força tive que ter para esquecer, aceitar que era aquilo. Ou que ele não era nada do que eu pensava. O meu sonho encantado, virou coração machucado. Como de costume. Tirei da cartola uma força que nem sabia que tinha, que fui descobrindo aos pouquinhos aqui dentro. Todos os dias, quando acordava e ele era o primeiro pensamento que vinha a cabeça, e então me vinha uma mar de dor que caia como uma rocha em cima. Eu tentava não chorar, ficava dizendo a mim mesma que não valhia a pena. Que ele não merecia toda aquela atenção. Quem merecia atenção era eu, tudo que ele não me deu. Amor carinho. Eu merecia ser amada, amada por mim mesma. Desejada por mim mesma. E isso foi o que me deu forças, para de pouco a pouco. De encanto a encanto eu fui descobrindo que eu podia ser sim muito feliz sem ele. Fui descobrindo cada canto, cada encanto dentro de mim. Tão bom. Parei de querer tanto o sorriso dele, quando descobri a importância do meu …

12540764_1715934531955902_4820912944881774352_n

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s