Como amar de novo?

Um castelo de cartas, que ao primeiro sopro se foi ao vento …Aquele ” Eu te amo.” que eu tanto lutei em te dizer, mas que quando disse, foi tão sincero, de corpo e alma, cara e coração. Eu te gostava tanto, tanto , só eu sabia o quanto, por mais que eu não dissesse muitas vezes. Mas por traz daquele sorriso meio tímido, meio de lado, eu te amava, encantava. Eu me apaixonei … E quando finalmente eu parei de sentir tanto medo, quando depois de anos, eu finalmente voltei a confiar, me entregar de verdade, esse alguém me traiu, sumiu, voou assim sem explicação … E como explicar para o coração? Que ele tinha mais uma vez, acreditado no falso conto.  Eta coração tonto, não aprende não … E aí se foi, mais uma decepção, mais uma dor … Mais um carrasco disfarçado de flor. Mais uma vez, que o coração se encantou, viveu um sonho, que desabou, alguns tantos meses depois. Como quem cai de cara no chão, que já está tão machucado, que não sabe como se levantar, não tem mais forças. Como amar de novo? Confiar … E que, cansa tanto sabe? Acreditar que esse vai dar certo, e nunca dar. Que esse vai ser bom, e o sorriso, de uma hora para outra, assim desabar. Sem explicação, sem motivo. Simplesmente porque acreditei no impossível, em alguém que não existia. Que só iludia, para conseguir o tão desejado ” momento.” Me deixou ali tão desacreditada, tão chocada, tão machucada como tanto temia. Coração tão frio, da até arrepio. Mais cruél, que alguém já viu …

11999767_476902165823345_6739578494683309946_o

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s