Um vulcão, uma combustão de sentimentos, raiva, desprezo, medo, dor, amor. O mundo desabando dentro de mim, explodindo tudo que via pela frente. E eu só conseguia chorar, olhar para o nada e chorar … A dor era tanta, que não sabia o que fazer. Ou melhor, sabia, que se saísse dali, ia fazer o que não queria. Então achei que era melhor, ficar ali protegida, de mais uma das besteiras do coração …

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s