Eu precisei sentir na pele, para perceber que, aquilo ali não era amor …

E eu penei, para aceitar que você era uma mentira, que não era nada do que pensava. Que aquele anjo bom, que tinha me aparecido um dia, na verdade era o vilão, fazendo seu papel de mocinho … E eu, que sempre me achei tão esperta, achava que já tinha sofrido o suficiente para saber o que era certo ou errado. Mas … eu esqueci, que nesse mundo do amor eu sempre fui um desastre … Eu lutei, o quanto lutei para acreditar que não, não podia ser a mesma pessoa, não o meu anjo, ele não faria isso. Não … Passei meses lutando, indo contra todos a minha volta, que já tinham me avisado da sua fama de “colecionador de amores.” Mas eu não queria acreditar, me escondia atrás da ilusão do que você foi um dia … Foram dias e dias lutando contra tudo e contra todos, por você, pelo meu anjo. Que na verdade, não era tão anjo assim … Demorei, tive que ver de perto, sofrer a dor na carne, tua indiferença na pele para perceber, que você não queria meu amor, apenas me ter. Apenas para aumentar sua vaidade, me ter na sua prateleira de amores eternos… Eu tive que chegar no fundo do poço, sentir no osso, o peso do teu coração frio, para poder entender que o meu anjo, nunca existiu …

image

Anúncios

2 comentários sobre “Eu precisei sentir na pele, para perceber que, aquilo ali não era amor …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s