Uma carta para meu amor …

E esse amor se tornou tão passageiro, que durou algumas míseras semanas … Aquele amor tão grande, aquele eterno apaixonado, sumiu … PUF! Aquele abraço apertado, se tornou um coração sufocado, de dor, de medo, decepção. Provocado por um coração, um tanto quanto sem coração eu diria. Aquele sorriso de todas as manhãs, virou lágrima … É, para quem dizia que nunca ia me abandonar, acho que falou só por falar mesmo não é? Pois eu vou lhe dizer uma coisa … As pessoas tem sentimentos sabia? Você não estava fazendo um teste em uma folha de papel. E sim com uma pessoa, que sente, que sofre, que chora, que ama … Você nunca parou para pensar, que enquanto brincava de amar, eu ia me apaixonar? {…} Eu me machuquei, muito sim. Mas os outros, sempre me falaram, o que queriam de verdade; era essa verdade que me machucava. Mas você não, eu lhe falei, o quanto era machucada, que eu tinha medo de doer tanto de novo. Você não, chegou fingindo que era amor, a melhor pessoa do mundo, que era carinho, que queria cuidar, amar eternamente, que era diferente de tantos outros. E eu achando, que depois de tanto ter sofrido,em você podia confiar. Não teve o menor pesar, em encantar, e depois ir embora … Deixando a marca aqui, de mais uma vez que eu fui boba, que acreditei no impossível, sonhei demais. E caí, de cara no chão … Você, foi o pior dos amores, a minha pior decepção …

PS: De um coração que te quer bem longe dele.
image

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s