Um amor, de muitos amores …

O final …

Me deu a mão para levantar … Era um menino muito bonito … (risos) Mas me olhava de um jeito, um pouco estranho. Parecia não acreditar no que via, seu olhar tinha algo de diferente … Bom, passei, meio nervosa, sempre fui muito tímida, não soube o que fazer … Me sentei para escrever … Fiquei com aquele olhar na cabeça … No meio de meus devaneios, resolvi escrever sobre ele … Fui embora para a casa e dias depois chegou uma mensagem em meu celular, de um numero desconhecido. Deixado um Oi … respondi: -Ola,quem é? {…} – Lembra de mim? Acabamos nos pechando, quando você ia a algum lugar com seus livros … me soltou alguns sorrisos, lhe respondi que sim, me lembrava daquele momento … Ele então me convidou para algum dia, ir a algum lugar bonito … Resolvi aceitar … Quando cheguei ele estava lá me esperando. Disse que tinha comprado duas entradas para o cinema, tinha um filme muito bom passando .. Fui, um pouco receiosa, mas fui … Ele era tão carinhoso, aquele olhar continuava …( risos)
Fez um carinho em meu rosto, me abraçou. Ia me dar um beijo … olhei tudo aquilo e me veio aquele tal amor sem amor a cabeça, tinha sofrido tanto, fiquei assustada, sai correndo cheia de vergonha … Quando cheguei em casa, tinha deixado uma mensagem na caixa postal … – O que aconteceu? Fiz algo errado? Disse que não, que o problema não era com ele, mas sim comigo. Que era muito complicada para ele, era melhor não nos vermos mais … – É isso que quer? Sim respondi. E ele foi embora …
Algum tempo se passou, aquele abraço tinha ficado na minha cabeça. Mas o medo era maior do que a vontade de viver aquele carinho. Ficava pensando que não ia aguentar. Se ele resolvesse partir também, não ia aguentar … Alguns dias depois, recebi uma nova mensagem. Era ele, perguntando se agora estava mais calma agora, se pudia conversar … Perguntei se ele não tinha se cansado de mim … – Eu não costumo desistir do que eu quero respondeu. Me arrancou novamente alguns sorrisos …
Bom, resolvi aceitar sua saída para conversar … Cheguei, nos sentamos. Ele me perguntou o que tinha acontecido, porque tinha saído assim sem avisar … Disse a verdade, que estava me recuperando de uma dor muito grande. Não queria começar algo agora. Tinha muito medo de dar no mesmo resultado .. Ele me abraçou, disse que tinha se encantado comigo. E perguntou se não queria ao menos tentar … Disse que já tinha tentado antes, e nunca deu certo … – Antes não foi comigo … disse. E ficou me olhando com aquele olhar de sempre. ah aquele olhar … Não resisti, disse que sim. Mas que teria que ter muita paciência se quisesse ficar comigo .. – Sou uma pessoa calma, sempre tive muita paciência. (Risos.) Ele respondeu.
E ele teve. Aliás tem. O dom de me fazer sorrir todos os dias … Realmente está disposto a enfrentar meus medos ao meu lado, e me livrar de todos eles. Sempre que preciso, está lá com aquele abraço gostoso para me confortar … Além disso, ele tem uma gargalhada, que encanta qualquer um que passar… Me mostrou que o amor pode ser muito bom de viver. Filme colado, beijinho na testa e dormir de conchinha. Que dessa vez não vai ter dor, e nem coração vazio … Só o meu moreno gostoso, do sorriso mais lindo que alguém já viu …

image

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s