O falso conto de fadas, e a menina que ainda acreditava em histórias de amor …

Então, eu era a menina perfeita não é? Machucada, com medo. E ainda por cima, uma das poucas que ainda sonhava com histórias de amor. A pessoa perfeita para inventar um tal príncipe encantado, me dar tudo que queria ouvir, para conseguir o tal momento … E foi isso que ele fez … Eu ficava encantada, nunca tinha visto ninguém igual. Sabe aquele que parecia ter vindo lá de um filme desses de romance? Eu, que nunca fui muito de dizer isso mas, sempre tive aqui guardadas, as minhas histórias de amor secretas … Aí então ele chegou … Assim do nada, com mãozinha dada, abraço apertado. Um olhar de mistério e amor ao mesmo tempo … Quanto mais eu ia descobrindo, mais ia apaixonando … tínhamos os mesmos sonhos, os mesmo planos, opiniões … Aos poucos ele foi se tornando sorrisos tão inteiros, tão bom de se sorrir … No dia de meu aniversário, encontrei – o com uma rosa na mão, ajoelhou – se na minha frente, e me pediu em namoro … Era a coisa mais linda que alguém já tinha feito por mim, ninguém nunca tinha me tratado daquele modo, sentia como se estivesse em um eterno sonho, no meu castelo encantado. Ele cantava, sempre com aquele olhar de mistério, mas ele tinha doçura no olhar, cantava, olhando em meus olhos, as mais lindas palavras de amor … Toda menina, sempre planeja um futuro ao lado de quem ama, por mais que isso seja secreto, ainda sim planejamos … Mas ele, ele também planejava, nosso casamento, aliança, o quarto dos nossos futuros filhos … Eu sei, devia ter desconfiado, ninguém é tão perfeito assim … Mas é que, acreditar que aquilo tudo era verdade, era tão bom. Até hoje não sei se realmente acreditava que alguém pudesse ser tão romântico a esse ponto, ou se queria acreditar nisso … E de uma vida inteira juntos, foi a nada. De repente, não sabia mais o que sentia, nem se era amor … Curioso não, para quem me jurava amor eterno, ontem mesmo … É eu era a pessoa perfeita para encantar, envolver no truque do falso amor, iria cair .. E sem ao menos exitar, jogou com os sentimentos, brincou com um coração já tão machucado. Mentiu, fingiu, fez o seu teatro. Ele é frio, seco, tem gelo por dentro. Uma decepção, para quem por ali passa…

Desktop1

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s