Era tanto, em tão nada …

Era tanta dor, que não cabia em mim … Olhava para a lua, perguntava a ela … – Como mesmo sendo eu tão pequena perto de ti, pode haver uma dor tão grande dentro de mim?{…} Estou exausta, tão cansada. Sinto meus braços pesados, coração mais ainda … É uma das piores pessoas que já vi, brinca, se aproveita de corações românticos. Ah, esses são seus preferidos, perfeitos para usa – los, fazer de gato e sapato … Um desses vendedores de ilusões, que gosta de destruir corações de mocinhas inocentes por aí {…} Mas, o pior de tudo, é aquela alegria nos olhos. Ele gosta, se diverte, lhe dá prazer a brincadeira de amar, de fazer apaixonar … Talvez, porque ele ache que isso, lhe faz o garanhão da cidade … Já machucaram seu sentimento algumas vezes, então, ele acha que tem o direito de fazer o mesmo com o resto dos corações do mundo afora … Coitado, mal sabe ele , que essa mania de despedaçar o amor alheio … só o torna igual, tão desprezível quanto, quem um dia brincou com o coração do malvado … Se bem que … já não tenho mais certeza se ele tem mesmo um coração. Parece feito de gelo, de pedra, parece ser feito de nada …

2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s