Essas tuas palavras que quebram meu corpo por inteiro …

Talvez você tenha achado que eu nunca iria embora não é mesmo? A bobinha apaixonada que estava ali para tudo. Independente de tudo. De xingar, mandar embora, tratar mal. Fazer de gato e sapato. Dizer algumas dúzias de palavras cortantes em meu peito. Que não se importava. Que não fazia diferença. Que não ia dar certo. Que podia sair e ficar com outras meninas. Estaria sempre ali te esperando. Que meu amor nunca iria acabar. Está certo, o meu amor não acabou. Mas a insistência em você terminou onde começou o meu amor próprio. Era de mais. Eu não podia mais continuar ali. Por mais que o meu corpo todo tenha gritado com toda a força dentro de mim, ansiando por ficar, queria o teu toque e não queria largar. Eu tive que ir embora. Você me obrigou a isso quando me tratou daquele jeito. Tratou mal, estraçalhou meu coração em pedaços que ficaram jogados por aí e nunca consegui encontrar todos. Aquela tua distância. Aquilo de estar tão perto e tão longe ao mesmo tempo. Estava me matando cada vez mais  Sabe, eu sempre fui muito tímida. Tímida, não indiferente. Entende? E que eu sempre fui ruim com as palavras. Ruim de conversa. Não consigo puxar papo. Puxar um assunto então. Ihh acabo me embolando toda. Sabe, essas pessoas que ficam falando por horas e sempre tem uma história para contar. Eu não sou assim. Tenho medo. Verdadeiro pânico. Sempre acho que estou sufocando sei lá. É muito ruim, acho que sempre estou incomodando. E você sempre contribuiu para que me sentisse assim. Por algum motivo, parecia que você sempre ia embora quando eu chegava. Era de cortar o coração ver tua falta de tato. Ver que aquele amor de menino que eu conheci. Aquele que andávamos abraçados dançando aos quatro ventos. Brincando, e que me fazia sentir tão feliz, tão desejada. Tão curada de todo o mal, tinha virado aquele. Indiferente ali no canto. Com um copo de vinho na mão e um olhar frio. Me dói lembrar disso, meus olhos se enchem de lágrimas enquanto escrevo esse verso Eu ficava lá, toda ansiosa esperando uma mensagem tua. Quando chegava os meus olhos sorriam e o coração só faltava sair pela boca. Até eu ver que era apenas uma resposta assim fria. Assim só por responder mesmo. Sem perguntar, sem interesse. Apenas uma respostinha para não dizer que não deu Sabe, eu não sei o que é pior. O que machuca mais. Não ter nenhuma atenção, assim de nada. Ou ter uma atenção pingada. Um pouco aqui outro pouco ali. Assim, quando sobra um tempinho. Aquilo vai te torturando meado a meado, cada dia mais Não sei se você nunca entendeu o que eu sentia ou queria de verdade. Mas de uma coisa eu tenho certeza. Eu te quis. E não um desses casinhos, de alguns beijos ao meio dia. Eu te queria para toda a vida. Para ser minha companhia. Queria te cuidar. Fazer um cafuné. Passar um café e te ouvir falar. Te abraçar bem forte e proteger. Mas você nunca entendeu isso. Essa minha mania de tocar. De me encostar assim de levinho em teu pescoço e as mãos fazendo carinho em teu cabelo. É sinal de que te quero bem, de que eu te quero cuidar. Não dar meia dúzia de beijos. Namoro não são apenas amassos. É cuidado, é amor. É amizade. Mas parece que você nunca entendeu o que eu sempre quis te dizer. Me acusava de não me importar. Mas quando me importei, criei coragem e te chamei, você me ignorou. Acabou com o coração ali mesmo. Coitado ficou ali jogado no chão … Foi você que fez isso. Terminou com nós dois. Rasgou nossa história sem nem pensar. Não podia mais me ver despedaçar daquele jeito sem fazer nada. Fui obrigada a fugir, estraçalhada, quebrada por dentro. Mas fui obrigada a sair dali …

Desktop

Anúncios

2 comentários sobre “Essas tuas palavras que quebram meu corpo por inteiro …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s