Eu não esqueci você …

Não. Você tem razão. Eu não esqueci você. Desculpe, para mim não é tão fácil assim. Nunca entendi esse tal de amor. Quando gosto é de verdade. Não é pouco não, logo é muito. Me apego rápido. Nunca fui dessas pessoas que amam hoje, e já esqueceram no dia seguinte. E de verdade? Nem quero ser. Não tem nada de errado em ser assim. O meu normal não é o seu normal. O meu tempo não é o seu tempo. E tudo bem tambémTem razão, eu não esqueci você. Só aprendi. Na verdade me forcei mesmo foi um pouco na marra. Peguei todo esse sentimento e enfiei na mala. Botei o cadeado. E guardei bem lá no fundo do armário. Tive que fazer isso quando vi que não podia mais ficar. Seria burrice. Só iria me machucar mais e mais com aquela tua falta de amor. Aquela tua distância e aquele jeito rude com que me tratava. Já estava exausta. Caí e levantei tantas vezes que já tinha perdido a conta. Por você. Por nós. Queria salvar o nosso amor. Fui dormir semanas e semanas chorando toda a noite. E ao acordar, me iludia um pouco mais. Dizia a mim mesma que ainda valia a pena tentar. Ainda podia dar certo. Tentei de todas as maneiras. Mas em nenhuma delas você respondeu. Não te conhecia mais. Aquele por quem me apaixonei. Não era aquele homem frio com quem acordava todas as manhãs. Não sabia quem estava ao meu lado. Achei que era melhor fugir. Antes que acabasse fazendo alguma besteira. Sim. Isso já acontecia a muito tempo e eu não fui antes. Sim, porque tinha medo. Medo de ficar sozinha. Medo de nunca mais encontrar alguém que me amasse. Só que de uma noite longa de sono perdido quando fui para sala preparar uma chá quente. Me sentei no sofá e toda a nossa história me passou na cabeça … – E você, me amava? Nem você me amava mais. Me tratava com desprezo. Como a ultima opção do sábado a noite. Era para quem corria quando ninguém mais te queria. Eu era o fim da festa. Aquele resto que você não dá bola mas deixa ali na estante caso não tenha mais nada. Ficar ali para que? Ficar sozinha me faria mais feliz do que aquela relação que me moía a cada dia. Quem sabe poderia reencontrar meu amigos de escola. Que eu perdi o contato porque você não queria que passasse tanto tempo fora de casa. Aquela faculdade que eu tranquei para viajar para outra cidade com você. Aquele curso de pintura que eu não pude mais ir porque tinha que estar ao teu lado em todas as reuniões. Você me anulou. Eu deixei você me anular todo esse tempo. Nosso casamento não era mais nosso. Estávamos casados para os seus amigos. Para você dizer que tinha alguém te esperando em casa. Para você ter uma imagem de homem de família. Eu era só mais uma joia para satisfazer tua vaidade estando ao teu lado Eu te amava., por mais que tudo isso acontecesse eu te amava. E foi por isso que suportei tanto tempo. No dia em que você estava em mais uma de suas viagens e eu sozinha naquela casa enorme. Que era só mais um dia comum porque me sentia sozinha mesmo que você tivesse ali ao meu lado. Olhei tudo aquilo a minha volta, e percebi que tinha que partir. Peguei uma caneta e uma folha de papel do tempo da faculdade que estavam soterrados por suas coisas de trabalho, e te escrevi um bilhete dizendo que iria partir. Foi o bilhete mais doído que já escrevi. Tinha lágrimas nos olhos em cada palavra que riscava no papel com as mãos tremendo. Peguei minhas coisas, desliguei as luzes, e fui embora dali E olha, nos primeiros dias não foi nada fácil. Meu corpo gritava por você e eu me culpava por ainda te amar mesmo que você tivesse feito tudo aquilo. Me culpava por ainda sentir falta de uma relação que já não me trazia nada de bom a muito tempo As semanas passaram e a dor ainda não tinha acabado. Mas eu aprendi a conviver com ela. Por mais que latejasse todas as manhãs eu sabia que era o certo a fazer Voltei a fazer tudo que mais amava. E até arranjei umas aulas de dança para dar. Desenterrei aquelas sapatilhas velhas do porão e fui saltar, fazer minhas piruetas e ensinar um pouco do que sabia das aulas que tive a algum tempo atrás. Hoje, sou muito feliz e de verdade. Ate as pessoas andam dizendo que a minha pele está melhor Você tem razão, eu ainda não esqueci você. Mas eu entendi que não preciso de você aqui. Foi depois.. Que aprendi. Que sorri. E esse sorriso não quero mais perder não. Nosso tempo acabou, pode ir embora. Estão te esperando lá fora … Adeus.

ruiva

Anúncios

4 comentários sobre “Eu não esqueci você …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s