Mas eu não sei o que fazer quando me deparo com esse tal de amor …

Não sei o que fazer. Não sei o que é ter um grande amor dentro do peito por digamos algum muito tempo. A não ser o não correspondido, esse eu sei de cor … Não sei o que é ter alguém te fazendo declarações diárias. Um amigo e um amor sempre ali ao lado nos piores e nos melhores momentos e nem o que fazer quando tiver um. Não sei o que fazer quando o vejo ali em minha frente com as lágrimas caindo. Se coloco a cabeça no ombro e as mãos na nuca fazendo um cafuné. Ou se fico ali parada, sem falar nada. E acabo não fazendo nada mesmo porque fico com tanto medo de errar, que não consigo sair do lugar Por mais que eu o cante aos quatro ventos. Quando me deparo com esse tal de amor a história é outra. Não sei o que falar, como agir ou o que fazer com meus braços. Muito menos descrever o que sinto. A não ser este raio de medo. Que sempre me toma. Medo de não dar certo. De quebrar a cara mais uma vez. Já tentei me livrar dele, mas nada resolve. É como se tivesse que viver sempre em picar – alerta, esperando a próxima partida, se preparando para ela. Mas mesmo assim quando ela chega eu sofro, me debato e bato em tudo que é canto desnorteada sem saber para onde fugir dessa dor que parece que vai arrancado o coração aqui de dentro. Os órgãos se debatendo canto a canto. Sofro como se fosse a Cinderela do sapato de cristal e tivesse me deparado com um sapo pela primeira vez. Mas é dor de quem já levou a décima quinta pancada. Deu tantas vezes de cara na parede e está batendo de novo. Mais uma vez. Que meti os pés pelas mãos, me joguei de cara sem pensar em mais nada e acabei com uma cicatriz dentro do peito. Acontece que eu até já tentei. Me entreguei de verdade. Me joguei, sonhei, criei mil e uma expectativas e sonhos. Coloquei o nome dele em tudo que era capa de caderno. De status nas redes sociais e no papel de parede do celular. Acontece que não deu certo. Não sei o que aconteceu. Mas acabei ouvindo que amava demais e que ele não me amava tanto quanto. Vi ele ir embora e aqui fiquei em pandarecos sem saber o que fazer Também já tentei não me entregar tanto. Eu amava, amava demais. Mesmo que não quisesse admitir para mim mesma, amava. Sonhava, cantava, dançava e sorria todas as manhãs. Só que tudo isso acontecia aqui dentro, nunca falei para ele. Acontece que também não deu certo. O ouvi dizendo que não o amava e que não me importava com seus sentimentos. – Oh, o que é isso, você sabe o quanto eu sonho com você todas as noites rapaz? Foi horrível. Eu gritava de dor. Sabia que não era verdade. Eu sabia o quanto o gostava. Aquelas palavras cravaram em meu peito e me fizeram sangrar por algumas varias semanas Acontece que de nenhum jeito dá certo. Sendo mais velho ou mais novo. Diferente ou igualzinho a mim em cada detalhe. Que me ame ou nem ame tanto assim. Que eu tente ser a melhor namorada e amiga do mundo. Não importa o quanto eu me esforce isso nunca é suficiente para ele ficar … Sabe, eu acho que quando chegar alguém, que realmente esteja disposto a ficar, ele vai ter que ter muita paciência. É muita bagunça aqui dentro e tem que ter vontade para tentar arrumar. Acho que ele vai ter que me mostrar. Porque eu nunca aprendi a fazer isso. Me mostrar tudo pela primeira vez. Como se estivesse conhecendo o amor agora. Uma vida a dois e como que faz para sustentar ela. Porque eu ainda não sei. Não precisa ser aquele príncipe encantado vindo direto dos filmes com um buquê de rosas na mão. Ele só precisa me amar de verdade. Me fazer sorrir e ter abraço com claro. Alguém com quem eu possa tomar em bom café e ficar reparando em seus olhos brilhando enquanto fala de seus sonhos. Alguém que esteja com a mão dada e me apoiando nos meus. É claro que vamos ter algumas brigas, mas isso é de qualquer casal. Enfim, assim. Desse jeitinho imperfeito, ele vai ser. O meu. O meu real e apaixonado, verdadeiro príncipe encantado …

Desktop

 

Anúncios

2 comentários sobre “Mas eu não sei o que fazer quando me deparo com esse tal de amor …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s