Nosso amor …

É uma química que ninguém consegue explicar. A gente se entende no olhar, no toque. A gente sente um ao outro. Um o que o outro está pensando. A gente se sente como ninguém mais sente. Eu tenho uma intimidade contigo moreno, que eu não tenho com mais ninguém. A gente se sente, a gente se encontra. No sorriso, no abraço. A gente se conhece, parece que rola uma espécie de conexão sei lá, eu só sei que é forte. E no entanto, há um abismo entre nós. A gente é tão igual, e tão diferente ao mesmo tempo. Se completa e descompleta assim, em questão de segundos Aquelas palavras, cada uma caía a meu corpo como uma tonelada de tijolos esmagando cada músculo de meu corpo. Dói, dói ouvir tudo isso. Dói demais. Ver que, mesmo com tanto amor que eu tenho dentro do peito, a gente não pode ficar junto. O nosso amor não tem vez, não tem como ser. Não dá, não vai. Mesmo que a gente tenha, todo o amor do mundo um pelo o outro, esse tanto de sentimento vai acabar se perdendo nesse abismo. É, talvez o nosso amor tenha nascido para ficar na memória. Na história de um perfeito conto de fadas. Um tempo bom. Que eu guardo aqui dentro Não pensa que não me dói moreno, dói, demais, tu não imagina o quanto dói saber que o único jeito é esquecer. É uma dor que vai se espalhado por todo o corpo, coração tá inconformado, bate o pé todo o dia querendo te ver Sim, milhares de vezes. Já tentei achar um atalho. Uma justificativa. Um motivo. Uma viela para que pudéssemos dar certo. Eu detesto ter admitir isso, mas não consegui achar nenhuma. Desculpa. O coração quer claro, ele tá aqui me gritando que pode sim, que eu devo segui – lo e dar uma chance para esse amor. Mas cá entre nós, não acho que essa seja a melhor solução. Sim, daria certo. No começo, no começo seria maravilhoso, um amor de filme romântico, o nosso próprio palco, aquele abraço de tanto tempo sem se ver. O problema é que tudo isso se perderia na primeira palavra, na primeira questão. Não sei se a gente consegue achar um meio termo para tanta dessemelhança. É triste ter que dizer, é desesperador ter que aceitar. Que o nosso amor não tem jeito. Doses de dor diárias no peito …

Desktop

Anúncios

2 comentários sobre “Nosso amor …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s