Olha para mim!?

Olha para mim!? Não dá, assim não dá. Já não aguento mais essa tua indiferença. Teu jeito longe está me matando. Estou cansada, de gritar, me escabelar. Tentar até fazer palhaçada para te fazer rir. Mas nada resolve. Estou gritando sem forças. Perdendo as forças, em vão … Ultimamente tem sido muito difícil, tudo muito doído sabe. Todo o meu corpo dói. Sabe aquele cansaço. Já nem choro mais porque as lágrimas secaram. Chorei tanto que até isso nem me animo mais a fazer. Juro, juro que estou tentando levar. Tento ser compreensiva, talvez você esteja passando por um momento ruim e já disse a mim mesma que preciso entender isso. Mas o fato é que estou cansada sabe. De esquecer de mim para pensar em você. To me machucando, me acabando. As unhas estão mal feitas, a maquiagem não uso mais e o cabelo todo desgrenhado. Acordo com o coração tal maltratado que já não tenho animo para mais nada. O rosto triste, o olhar com uma lágrima ali no canto mas que nunca cai. É a tempestade por dentro. Que já nem sai mais lá fora Já procurei assuntos novos, até fingi gostar daquele jogo que você adora, só para ver se a gente consegue conversar de novo como antigamente. Mas nada é como antes. O abraço tá frio, o olhar indiferença e você distante. Já não suporto mais essas migalhas que você me dá. Cansada de me doar inteira. Quantas vezes meu Deus, já caí e mesmo estirada no chão, com um vulcão de sentimento dentro de mim gritando que não aguentava mais eu sequei as lágrimas e disse que valia a pena tentar mais uma vez. Só que não vale, não está adiantado. Cada vez mais eu te vejo distante e por mais que eu faça nunca está bom, nunca é o suficiente. Me sinto uma intruza, uma coadjuvante na vida do amor da minha vida. Sabe o quanto isso doí? Tento puxar uma conversa, mas parece que estou sempre incomodando. Essa tua voz fria, respostas curtas. E eu fico ali, invisível. Tentando rir quando minha vontade é de sair correndo e me trancar no primeiro banheiro e chorar, mas chorar por horas até toda aquela dor passar. O que já não é surpresa porque tenho feito muito isso ultimamente Chega, juro que tentei com tudo que podia. Mas não dá mais. Já fiz minhas malas e também deixei um bilhete em cima da mesa, caso queira saber o porquê fui embora. Adeus moreno. É doído te dizer isso, mas eu preciso de dizer adeus …

tumblr_oa4gz2MlCz1t9760vo1_1280

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s