Desculpa, fugi para amar …

Ali, a beira da cachoeira. Ele sentado na pedra, eu com as pernas entrelaçadas nas dele. Mãos acariciando um o rosto do outro. Ele me olhava com aqueles olhos da cor daquela água, aquele rosto marcado, eu gostava de ficar decifrando aqueles traços … Ele me pega bem forte contra o corpo, e a gente se beija. Mas daquele beijos de arrancar a roupa, tirar o fôlego, matar a saudade. Ah, que vontade que eu tava daquele moreno! Ali, naquele lugar lindo, com as água caindo, ouvia – se o som da minha voz gritando … – Eu te amo meu amor, eu te amo … A gente rodopiava por entre aquelas águas A gente fugiu. Ele pegou na minha mão, e eu fui com ele. Fomos para um lugar onde a gente pudesse se amar, sem medo, opiniões ou o resto do mundo. Eramos só nos dois. Ali a gente podia se querer, com aquela paixão um pelo outro Estava ali olhando aquela vista, ele chega por trás e me envolve com aqueles braços. Nos beijavamos lentamente e íamos caindo. Estava deitada , em cima da pedra no meio daquela do verde daquela natureza O olhar dele passeava por entre meu corpo, meus olhos passeando por ele, gritando por aquele cheiro. Beijou meu pescoço até que chegasse na boca  Minhas unhas arranhavam suas costas com a força da saudade que eu tinha a tanto tempo Aquela mão puxava meus cabelos e me dava mais ânsia dele. Cochichava em meu ouvido … – eu sou teu  e eu gritava para quem quisesse ouvir … – Eu sou tua meu amor, eu sou tua … Ali naquelas águas, a gente se amou como nunca. Amou de verdade Vesti minhas roupas, um pouco rasgadas. Me sentei, sentindo aquele vento nos cabelos e o som da natureza linda que me rodeava Ele se sentou ao meu lado. Nos olhamos com aquele sorriso e a paz de dois apaixonados que puderam finalmente se entregar um ao outro, e naquele abraço eu fiquei, morando naquele amor Me olhou com uma carinha tão linda, me deu um beijo na testa e me disse … – Eu te amo … Eu? O respondi com toda certeza … – Eu também! Fomos embora de mãos dadas, juramos a nos mesmos que nunca mais íamos deixar ninguém dizer que nosso amor não valia a pena

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s