Você nunca me pediu para ficar. Mas eu fiquei porque te amava …

tumblr_oen2tgis7y1rbbwv5o1_500

Realmente, você nunca pediu para que eu largasse tudo por você. Mas eu larguei, larguei por que te amo, e eu achei mesmo que valia a pena tudo isso. Achei mesmo que valia a pena se fosse para te ver sorrir. Sabe, eu tenho essa mania, de cuidar dos outros. Tenho essa mania de cuidar de você. O teu sorriso é o meu sorriso, tua alegria é a minha alegria e o teu abraço é o melhor lugar para ficar … O porque de tudo isso? porque eu te amei, desde o primeiro instante, mesmo que ainda não tivesse percebido. Desde aquele abraço onde a gente sentiu um baita clima e dali por diante a gente sabia que era para ser e a gente não precisava nem de palavras para descobrir isso, a gente se lia no olhar, a gente sempre se leu – A gente sempre se entendeu perfeitamente. O nosso corpo sempre teve aquela química sabe, eles sempre se decifraram, um a pele do outro. Você chegou e inundou tudo por aqui, me inundou inteira, eu transbordava de amor por ti todos os dias … O teu amor, teu carinho, o teu cheirinho grudado na minha camisa. A foto que eu tinha tirado quando fomos ao parque e eu ficava lá, olhando e olhando, nunca me cansei de olhar Dormia e acordava sorrindo. Eu tava sempre sorrindo com você … Eu era a mulher mais feliz do mundo, naquele teu olhar, tinha uma infinidade de amor por ti, o meu amor por ti. Teu olhar refletia a imensidão do amor que eu sentia por ti, não sabia como podia caber tanto aqui dentro, mas cabia. Eu te amei inteiro, cada parte tua, de cada parte de minha, de todo o meu corpo eu te amei inteiramente. Você era o meu amor, você era o meu marido, o pai dos meus filhos, você era aquele velhinho lá no quintal me esperando de braços abertos para aquele abraço maravilhoso que tu tem. Eu te amei em cada instante, em cada momento, em cada segundo, eu te amei com tudo que eu tinha para te dar Foi por isso, por isso que eu achei que ainda dava para tentar. Achei inutilmente que o meu amor ia te mudar … Mas arece que não tem mais nada aí dentro. O meu príncipe virou o garanhão das noites que beija a primeira boca que aparece na frente e que prefere qualquer outra do que a minha. Eu meu amor, eu que to aqui te esperando todos os dias com os braços abertos esperando a hora que aquele meu príncipe do começo vai chegar e dizer que foi tudo um mal entendido e que nunca deixou de me amar  Eu, que to aqui todos os dias acordando com aquela cama vazia e passando o meu café bem quente para ver se tira essa agonia de pensar por onde você passou a noite. Eu, eu que te espero. Mesmo que eu não queira e que tudo me diga que não devo mais esperar, mas eu espero, para ver se um dia você se toca que sou eu quem te ama e que te quer de verdade. Essas meninas que cê tanto gosta, elas não tão nem se importando se vão te ver amanhã ou se você vai ficar de coração partido. E eu? eu to sempre aqui, te cuidando em todas as tuas feridas. Mesmo quando ninguém mais acredita, eu to aqui. Eu sempre estive aqui. Nunca me importei com o que ninguém mais dissesse porque eu sempre quis lutar por você. Porque eu ainda continuo aqui? talvez por que eu te ame. Mas sabe, eu to começando a achar que o meu amor só não seja o suficiente. Talvez não dê sabe. Talvez você já tentou me dizer isso, eu não quis entender. Eu to aqui batendo constantemente de cara na parede a toa, em busca de um amor que talvez nunca vá voltar. As três últimas palavras dessa frase, fizeram as lágrimas vir aos meus olhos, e ao coração também. Tá sendo muito difícil te escrever essa carta, eu ainda to tentando aceitar que o nosso amor acabou. Mas eu não posso mais continuar aqui sabe. Eu não posso mais enganar meu coração, porque mesmo que eu não queira eu sei que o certo é ir embora da tua vida. Olha, eu não sei se um dia você ira sentir a minha falta, mas se sentir não me procura. Eu não quero mais ser o teu saco de pancada ou a tua enfermeira de plantão. Eu quero cuidar de mim agora, da minha vida. Eu vou refazer ela sem você. Vou deixar essa bilhete aqui na mesa, minhas roupas eu já tirei do guarda – roupa e algumas coisas que ficaram, de repente eu volto um dia para pegar, mas acho que não vai rolar. Adeus meu príncipe, eu preciso cuidar da minha vida agora

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s