Aí você se lembra

tumblr_p80twfmkO31sm8pebo1_400

Aí você se lembra que a gente se completa, aí você volta pra mim. Aí você lembra que a gente se amava. Aí você lembra que a gente já ficar junto pra sempre. Aí você lembra dos nomes do nossos filhos e que eles iam sair da minha barriga, que era a minha mão que você ia segurar na hora do parto.

Que era eu que queria te dar essa alegria. Era eu que queria te dar uma familia. Fui eu que fiz tudo por você.

Aí você se lembra que era meu aquele lugar da mesa. Sempre foi meu. Aí você olha o saco de pipoca e percebe que ele tá cheio, e que se eu tivesse aí ele com certeza já estaria vazio. Aí você ouve as tuas músicas de rap e academia e lembra que eu reclamava que você não parava de ouvi – las.

Aí você lembra o quanto eu enchia o teu saco no meio da madrugada porque eu não conseguia dormir, que você achava chato mas que sente falta. Aí você lembra que era que tava na cadeira do lado no almoço de família. Que era eu na foto do ano novo e do aniversário. Que fui eu que dei aquela xícara de presente. Que eu fiz tudo por você, que eu fiz tudo pra te agradar, que eu lutei por você e te amei em cada momento. Que eu fui tua amiga e que eu sempre tava lá pra te apoiar e te incentivar. Que eu era a tua força, e o teu porto seguro.

Aí você lembra que era comigo que você ia construir uma vida. E aí você volta e espera que eu obrigatoriamente queira voltar e reconstruir de novo.

Eu também lembrei que a gente ia ficar junto pra sempre, que éramos melhores amigos, que você era meu marido. Eu também chorei por não poder mais ir na sua casa comer pipoca, eu chorei por não ver mais a nossa cama, o nosso guarda roupa, o nosso quarto. Eu também chorei por não sentar mais no meu lugar da mesa e ver você reclamando que o teu café fica fraco. A tua mãe me ensinando a cozinhar, e eu queimando as panelas da casa. Eu também chorei por não ver mais a minha série bobinha ao teu lado e a gente não ficar mais o dia inteiro repetindo o que o personagem dizia, e eu ficar dizendo que o Michael era você. Porque afinal ” foi pra unir as crianças, não pela torta.”

Eu também senti falta do teu ronco, senti falta de eu reclamando do teu ronco e de você dizendo que não roncava e que eu era fresca demais. Eu também senti falta daquela “porta” me abraçando, e de dormir nos teus braços. Eu senti falta de você ocupando toda a cama e não deixando espaço pra mim. Eu senti falta de reclamar que não sabia de onde você tinha tirado tanto sono porque você passava o tempo todo dormindo. Eu senti falta dos nossos filmes melosos e de você avançando o filme até o final pra poder dizer que eu dormi o filme todo. Eu também senti falta, senti falta de tudo, até do que eu não gostava também.

Mas quando eu senti falta, você não tava aqui pra me ajudar. Eu tive que ir embora sozinha. Sozinha e machucada. E você continuou me machucando mais e mais. Eu fui obrigada a me levantar enquanto você sapateava na minha dor. Eu fui obrigada a me levantar enquanto você dizia que amava outra dias depois da gente ter se separado. Enquanto você botou outra pra dentro de casa dias depois de ter terminado com a mulher que você dizia ser a mulher da tua vida. Eu fui obrigada a me levantar, sozinha. Sem você. E se você quebrou a cara agora, e era óbvio que ia quebrar, agora a trouxa aqui serve não é? agora eu sou boa.

Não moreno, as coisas não são assim. Eu não sou assim. Eu não sou um brinquedo. Nessa vida tem que valorizar pra ter e você não valorizou. Não venha me cobrar nada, muito menos exigir. Você não tem esse direito.

Agora eu não quero mais você.

Anúncios

Eu sei que eu não fui a única a deitar na tua cama, mas era eu quem dormia ali todas as noites do teu lado

tumblr_p7x8akZorQ1w31i3po1_400

Eu sei que eu não fui a única a deitar na tua cama, mas era eu quem dormia todas as noites lá do teu lado. Eu sei que eu não fui a única a ter uma peça de roupa no teu guarda roupa, mas foram as minhas roupas que por um tempo foram morar lá. Eu sei que eu não fui a única a sentar naquela mesa, mas era no meu dedo que tinha uma aliança, a aliança provando que eu era a tua mulher.

Eu sei que eu não fui a única, mas era comigo que você ia construir o puxadinho, lembra? Era pra nós moramos juntos. Era a nossa casinha que tinha tudo planejado, eram os nossos móveis, os nossos cheiros, os nossos perfumes, as nossas escovas de dentes no banheiro.

Eu sei que eu não fui a única mas eu fui a única que conhecia todos os teus segredos, os teus medos, as tuas maniazinhas, os teu problemas, os teus desafios, os teus gostos, e mesmo assim te amava e lutava por você. Eu sei que não fui a única mas fui a única que tirou minhas coisas de casa pra elas se encaixarem na sua. Eu sei que não fui a única mas era eu que tava do teu lado, era eu que tava te esperando quando você chegava em casa. Era eu que segurava a tua mão quando você precisava. Era pra mim que você desabafava. Era eu que te apoiava, que queria te ver crescer e ser o melhor que você pudesse ser. Eu sei que eu não fui a única, mas eu fui a única que te amou de verdade. Sem interesse nenhum. Eu fui a única que te amou apesar de tudo. E amei você por inteiro.

Ele não está tão afim de você

tumblr_p662rmfpei1rbbwv5o1_400

Oi, hoje mais cedo eu tava vendo um filme, o nome dele era Ele não está tão Afim de Você, eu confesso que eu achei que o que fosse ver ali era diferente do que eu realmente vi. Aquele filme que na verdade eu escolhi ver por acaso, acabou sendo o melhor filme que eu poderia ter visto hoje. 

Entre as coisas que ele fala, é que existe a exceção, e a regra. 

Que nós mulheres crescemos ouvindo histórias de amores incríveis típicas como aquela em que o cara era um mulherengo experiente e que só queria mulheres pra transar, é aí de repente ele conhece uma mulher e ele se apaixona por ela e muda completamente e se torna o cara mais fiel e carinhoso da face da terra. Ou aquela em que o cara traía a mulher e ela descobriu e, os dois juntos decidiram lutar pelo casamento e ai ele finalmente viu que tava errado e nunca mais a traiu e se tornou o melhor homem do mundo.

Que as vezes a gente se sujeita a situações e caras que nos fazem muito mal e que nos auto agridem de uma certa forma porque achamos que somos as ” exceções”, mas talvez não seja. Você se sujeita a ligar milhares e milhares de vezes pra ele sendo que ele não ligou a tá na cara que ele não quer nada com você, porque a prima da amiga passou pela mesma situação e ligou pro cara e hoje eles estão casados e felizes. Você corre atrás de um cara que só te faz mal e te trata feito lixo porque acha que um dia ele vai se dar conta de que você é o amor da vida dele e vai te valorizar e te amar pra sempre. Você olha dia e noite o visto por último do whats dele e espera uma mensagem porque acha que em algum momento ele vai sentir a tua falta e vai te ligar dizendo que não consegue viver sem você e vocês vão casar e ter filhos.  Você se sujeita a humilhações, a ser desvalorizada, colocada de lado, feita de segunda opção. Você deixa um cara te fazer de gato e sapato porque o marido da amiga da tia fazia a mesma coisa, e daí um dia ele mudou e hoje são muito felizes. Você aceita as traições dele porque conhece um cara que traía a esposa mas um dia ele se deu conta de que a amava e nunca mais fez isso. Você aceita um cara que termina tudo a cada final de semana pra ir pra balada e porque ” tá cansado de ter alguém ” e pra fazer tudo que quer sem dar satisfação e que tá na cara que não gosta de você de verdade porque tem aquela porcaria de esperança de que o teu amor vai mudar ele e ele vai enxergar que te ama e nunca mais vai te abandonar e vai se tornar o melhor homem do mundo, porque a gente acha que é a exceção, mas talvez seja a regra.

A regra, que diz que se um cara te larga milhares de vezes é porque ele não te ama de verdade e não se importa com você. A regra de que se um cara não liga, é porque ele não quer sair com você. A regra de que se um cara te trai uma vez ele vai te trair sempre enquanto você deixar. A regra de que um cara que faz coisas horríveis pra você é humilha você, vai fazer isso sempre, enquanto você não tomar uma atitude. As vezes a gente não é a exceção, é a regra. E a regra é dura, dolorosa, mas é clara e certa.

Lá de vez em quando, a gente acha uma exceção, mas a verdade é que na maioria da vezes ele não vai mudar, ele não vai descobrir que te ama e mudar do dia pra noite, ele não vai parar de trair de você, ele não vai parar de te machucar e ele não vai parar de terminar a cada final de semana enquanto você não tomar uma atitude.

Eu pensei, muito  sobre isso. Você achou que eu ia falar que somos uma exceção? não, somos a regra. A verdade por mais dura que seja é que você não vai mudar. Você não vai descobrir que me ama e nunca mais ir embora. A gente não vai ter um relacionamento duradouro e nem uma casa cheia de filhos e cachorros. Você não vai entender tudo que eu já fiz por você e ser grato por alguma coisa, não vai ter consideração pelo tempo que passamos juntos. Você não vai parar de fazer coisas horríveis, o meu amor não vai te mudar, porque você não é a exceção, você é a regra. Você teve inúmeras chances de me mostrar que eu tô errada, mas não mostrou.

A gente tem que saber distinguir quando um cara gosta realmente da gente e quando ele não gosta, quando a gente é a exceção, e quando a gente é a regra.

Eu sou a regra, você é a regra, você não vai mudar. E isso não vai parar enquanto eu não der um fim de uma vez nisso tudo. Enquanto eu acreditar nas tuas promessas, enquanto eu estiver sempre aqui quando você bater na minha porta, enquanto eu não bloquear as tuas ligações, rasgar as nossas fotos e acabar com tudo de nós que existe na minha vida.

Curto, claro, e grosso: Acabou. Acabou, não tem mais o que tentar, não tem mais o que esquecer, não tem mais o que superar, não tem mais o que recomeçar. Acabou.

Você não vai mudar, a gente não vai mudar. A nossa história não vai se tornar perfeita, acabou.

 ” Talvez o meu final feliz, seja só seguir em frente.” 

Boa noite moreno.

Quando você entrou na minha vida, eu não conhecia a maldade

2

Quando você me conheceu, eu era uma menina doce, eu era leve, eu brincava feito uma feito uma mulecona. Foi por essa menina que você se apaixonou.

Quando você me conheceu, eu vivia num mundo de flores, eu não conhecia a maldade. Eu era inocente. Eu era leve, eu me sentia bem comigo mesma, eu explorava o mundo e eu gostava dele. Eu sempre gostei de viver alegre e feliz, de fazer palhaçada, contar piada, ver filme de comédia romântica, e era assim que eu vivia.

Aí você chegou, e me mostrou a maldade. Aos poucos o meu sorriso foi ficando mais pesado, a cada merda que você fazia, eu ia ficando mais distante do meu mundo e ia entrando no buraco onde você me enfiou. Você me mostrou a dor, a decepção, você me mostrou coisas que eu não sabia que existiam, coisas que machucam muito, ainda mais eu, que era tão inocente quando você chegou na minha vida.

Quanto mais tempo eu ficava com você, mas eu ia perdendo tudo que eu era. Eu perdi o meu sorriso, eu perdi a minha leveza, a minha inocência. Eu perdi minha autoestima, o meu amor próprio. Eu me perdi, toda. Hoje eu sou um muito diferente do que eu era, por sua causa, você que me deixou assim.

Hoje eu sei quanta maldade tem no mundo, e o quanto as pessoas podem ser cruéis. Hoje eu guardo muitas feridas. Hoje o meu olhar não é mais como antes. Hoje o meu coração não é mais como era. Hoje, eu não sou mais inocente, você tirou isso de mim.

Eu sei, foi por aquela menina doce que você se apaixonou, aquela mulecona, só que você não entende que você não conseguia mais ver ela por sua causa, foi você que fez ela mudar.

Você tirou muita coisa de mim. Eu me enfiei num buraco pra te acompanhar, por amor, mas  nem isso foi suficiente pra você ser grato por alguma coisa.

Agora eu quero me encontrar. Eu quero voltar a ser aquela mulecona, a ser dona de mim mesma. Eu sei que eu nunca mais vou ser como era antes, mas eu vou tentar resgatar tudo que eu deixei pra trás por tua causa. 

Não vem com esse papinho de que não queria mais me fazer sofrer

3

Não vem com esse papinho furado de que não queria me fazer sofrer. Se não quisesse mesmo me fazer sofrer não teria feito tudo de novo, não teria seguido exatamente o mesmo roteiro e não teria me deixado sozinha quando eu mais precisei de você como todas as outras vezes.

Se não quisesse me fazer sofrer não tinha me feito perder todos os amigos que ainda me aturavam por ter te aceitado de volta, por ter acreditado nas tuas palavras. Eu já perdi muito do que eu tinha por tua causa. Eu perdi muito que eu tinha, e do que eu era.

Eu achava que eu se eu fosse boa com as pessoas, elas seriam boas comigo. Eu não sabia que as pessoas poderiam ser tão ruins, e fazer tão mal pra gente. E o pior, você é tão imaturo que nem enxerga o mal que me fez, não tem a mais vaga noção do mal que me causou. É tão focado em si mesmo que só consegue enxergar você. Esse é o problema, é só você, o tempo todo. É só você que tem necessidades, é só você que tem feridas, que tem problemas, que tem medo, é só você, você, você.

E não vem com esse papinho de que não queria me fazer sofrer porque eu já conheço esse truque de cor e salteado, esse teu papinho barato que você fala pras tuas meninas pra elas acharem que você lamenta, só que você esquece que eu te conheço melhor que você mesmo. Sei muito bem que você não lamenta nada.

Não lamenta agora, mas uma hora você vai lamentar. Daqui a algumas semanas quando tiver ninguém pra abraçar, ou melhor, quando o abraço das tuas meninas não suprir mais. Quando não tiver ninguém pra beijar, ou melhor, os beijos das tuas meninas não suprirem mais. Daqui a algumas semanas quando olhar pro meu lugar na mesa do café, e eu não estiver mais lá.

Enfim eu não vou ficar aqui detalhando, porque essa não é a questão. Não vem me dizer que se importa, não vem me dizer que não queria me fazer sofrer. Eu não acredito mais. E não venha mais bater na minha porta. Ela não vai mais abrir pra você. Nunca mais. Chega. Você já extrapolou todas as chances que teve moreno. Acabou.

Isso é tudo, menos amor

2

Isso aí é tudo, posse, vaidade, menos amor. Isso aí é tudo, menos respeito.  É tudo, menos consideração.  É tudo, menos valorizar quem te ama de verdade.

Se você me amasse de verdade, não me deixaria chorar, nem me faria chorar. Se você me amasse de verdade, você estaria preocupado em se estou bem ou não agora, mas você não está. Se você me amasse, você faria eu ficar bem, mas você não faz, você foi o que mais me fez mal até hoje.

Isso não é amor, você não ama ninguém, ou melhor, ama, só ama a si mesmo. ” Machuca a pessoa certa, só que quando a errada te mostrar como dói, não volta.” Quando você se machucar lá fora moreno, quando você ver que ninguém é tão boazinha como eu, não volta. Quando alguém decidir se vingar por todas as merdas que você fez, não volta. Quando as tuas atitudes tiverem as devidas consequências, você vai ver como eu era boa, mas aí vai ser tarde demais. E aí, não volta, porque a boazinha cansou de te esperar.

É  posse, é vaidade, é ego. É jogo. É imaturidade. É inconsequência. Irresponsabilidade. Isso aí é tudo, menos amor. 

Sobre o coração de uma mulher machucada

2

A trouxa acordou.

Olha moreno, por muito tempo eu esperei que você mudasse, ninguém sabe a nossa história de perto, ninguém conhece o nosso dia a dia, nem a vida que eu levava do teu lado. Nem vai saber por você, por que quem quer que te pergunte você vai se vitimizar, dizer que eu não te compreendia, não te entendia. Mas a parte que você não conta e que você é um cara completamente egocêntrico, que só pensa em você mesmo. Que você não é capaz de ter uma mulher do teu lado por que você não sabe cuidar de uma mulher, você não sabe respeita – la, apoia – lá. Você não sabe se importar com ninguém a não ser com você mesmo. Eu cansei de te compreender, era só o que escutava, você, você, você. Você tá cansado, você tá com sono, você tá com paranóia. Você me liga 1 hora da madrugada porque eu tenho que te provar que to em casa. Você me dá um sermão e me fala coisas horríveis a cada vez que uma coisa não sai como você quer, mas eu tenho que entender não é, eu preciso te compreender. Eu preciso esquecer tudo que eu ouvi. Toda vida foi assim não foi? toda vez que você ouve alguma coisa que não queira, faz um escândalo, todo mundo é ruim. É só dizer que você tá errado que pronto, já sou uma pessoa horrível. A tua mulher tem que ser um robô, não ouve, não fala — ou melhor, só fala o que você quer ouvir — não reclama, não tem opinião,  não acha nada ruim.

Você brinca e usa as pessoas quando bem entende, com essa tua desculpinha de ” sou machucado ” machuca sem do nem piedade. Você se acha muito machucado né? você machuca e ainda dá risada, você machuca e ainda se acha o ofendido, o injustiçado. Claro, a não ser que eu viva beijando os teus pés e te dizendo que você é incrível eu sou uma pessoa ruim. Você é ruim. Tudo que te machucaram cê já machucou de volta, é boa parte disso foi em mim. Eu não sabia que o amor podia machucar tanto, que o amor podia acabar com a gente aos poucos, que o amor podia nos corroer inteirinha até ficarmos vazias, que o amor podia acabar com a gente, você me mostrou. Sai por aí dizendo que eu sou a mulher da tua vida, mas eu só sou a mulher da tua vida  no teu momento ruim, nos bons você esquece de mim, eu só sou a mulher da tua vida quando cê tá com saudade. Porque é na minha porta que você bate. E a trouxa sempre abre. A trouxa que nunca conseguiu te ver chorar, a trouxa que sempre te entendeu a mão, a trouxa que queria te ver ser o melhor que você pudesse ser na vida. A trouxa que tava do teu lado em todos os momentos, não só nos bons. A trouxa que mesmo toda ralada, que mesmo toda machucada, toda doída, toda muída, esqueceu de tudo pra te fazer feliz, pra querer o teu bem, pra cuidar de você. A trouxa que fazia café da manhã, cartinha de amor, a trouxa que fazia presente de aniversário, eu espero que a cada gole de café que você tome naquela xícara, você lembre de mim, é de como eu me dediquei a você, não importava o quando eu me machucasse.

A trouxa que nunca te traiu, nunca fez mal pra você. Talvez se eu tivesse feito, você me valorizasse, afinal você só valoriza quem faz mal pra você.

Você pode falar mal de mim a vontade, mas só eu sei o que eu passava no dia a dia do teu lado, ninguém sabe o que eu sei, ninguém tinha que aceitar o que eu aceitava, ninguém te amava mesmo com tudo que você já fez, mesmo tento todos os motivos do mundo pra desconfiar de você, mesmo com todos os teus defeitos, e você sabe disso. Você pode se vitimizar a vontade mas só eu sei o quão mal você já me fez e mesmo assim eu aceitei você de volta. Tudo bem, eu não sou perfeita, mas você também nunca foi perfeito pra mim.

Você não se comporta como um parceiro, você não se importava se eu tava morrendo do outro lado da linha, contanto que você pudesse ir dormir as 11 da noite.

Que tipo de amor é esse moreno? Que tipo de amor é esse que você só ama até a hora que te da vontade? Que tipo de amor é esse que você só se importa até a hora que te da na telha? Que amor é esse que faz tão mal pra gente? E não vem dizer que é porque você não quer me fazer mal porque eu não acredito nesse teu papo furado, é só história pra me fazer achar que você lamenta. Eu sei que você não lamenta, você tá é aliviado, afinal agora não tem mais ninguém pra dar satisfação não é? você pode fazer o que quiser. Mas não se esquece, que também não tem mais ninguém pra dormir do teu lado, pra ver Baby Looney Tunes, a tua petunia foi embora moreno, e não vai mais voltar. Não tem ninguém mais pra encher a pança junto contigo com 6 hambúrgueres ao mesmo tempo. Não tem mais ninguém pra você contar do teu dia no trabalho, como o dia foi cansativo. Pra contar do filme que você comprou ou aquele que você disse que só jogou dinheiro fora porque não gostou, lembra? não tem mais ninguém pra te fazer massagem e ajudar com a alergia. Lembra como você olhava pra mim e dizia que eu cuidava de você? cuidava, não cuido mais.

Chega, a trouxa acordou.

Você nunca mudou, nem nunca vai mudar.

Você pensa que pode me usar, me manipular, que você pode me largar e me pegar de volta a hora quer. Você já tem isso como certo pra você não é? mas a cada ida tua, você morre um pouco aqui dentro, continua, vai chegar uma hora que não vai ter mais nada de você aqui.

A trouxa acordou moreno.