A nossa relação sempre foi essa

tumblr_p8qtpcCI671s691b5o1_400

Nossa relação foi essa, você falava comigo quando tava no tempo livre do trabalho, e também se desse tempo porque queria jogar com seus amigos. Mas eu tinha que parar o meu serviço e todas as minhas ocupações pra te atender só porque você queria falar. Você se se quer perguntou se eu tava ocupada naquela hora, já veio logo com 5 pedras na mão me xingando, naquela hora eu tava estudando moreno, eu não podia atender você.

E você se quer se preocupou, em perguntar se eu tava ocupada, se eu tava bem, se eu tava doente, se eu tava magoada ou se eu tava morrendo, você só queria me xingar por eu não ter feito o que você queria na hora que você queria. Você sempre foi assim, nunca pensou em mim, nunca me perguntou se eu tava bem e se perguntava era só da boca pra fora você não tava realmente preocupado. Você nunca se importou se algo tava me incomodando, se eu tava morrendo, eu podia estar em pleno ataque cardíaco dentro de casa você só ia me xingar por eu estar fazendo você perder o seu tempo comigo.

Você nunca se preocupou se algo tava me incomodando, se tava me desrespeitando, se tava me agredindo. E me agrediu. Você me agrediu todos os dias que ficamos juntos, você me espancou com palavras, você me surrou com humilhações, você marcou meu corpo e meu corações com roxos gigantescos quando você me diminuía todos os dias e dizia o quanto eu era uma pessoa horrível simplesmente por pedir atenção, por pedir respeito, por pedir consideração, por pedir pra ser tratada bem, pelo meu próprio namorado. Sim, porque eu tinha que implorar pra ganhar tudo isso, e mesmo que implorasse, não ganhava.

Eu era chata, eu era ridícula, eu não me tocava, eu tava te fazendo passar vergonha. Você me xingava o me olhava torto na frente de quem quer que fosse mas era eu que te fazia passar vergonha. Milhares de vezes eu abaixei a cabeça de vergonha porque você gritava comigo na frente da sua família. Na frente de todo mundo. Eu me tornei uma mulher escandalosa e desesperada.

Eu fiquei desesperada pra te dar o troco de todo o ciúmes que você me fazia ter, porque você sempre adorou esfregar na minha cara que todas as mulheres te queriam, e claro, eu tinha que agradecer por te ter e não reclamar por que eu te tinha. Você nunca disse isso com palavras moreno mas você dizia com atitudes. Com as tuas manipulações, com as tuas provocações.

Eu fazia tudo por você, mas eu era ruim, nada nunca era suficiente. Eu sempre tinha que fazer mais e mais. Eu fiquei fraca, estérica, descompensada, atacada, mau humorada, sim eu tinha ataques por sua causa, eu tinha aqueles ataques porque eu não aguentava mais as merdas que você fazia e ainda ouvir que eu era ruim. Eu tinha ataques porque eu não aguentava mais me anular de tudo que era jeito e nunca tava bom. Eu tinha ataques por que eu não aguentava mais você reclamando que eu era ruim pra você quando você era um merda pra mim, uma porcaria, uma bosta, um lixo, um imprestável, um escandaloso, um desprezível, uma criança mimada, um bosta de homem e de marido. A pessoa merda aqui é você, não eu.

Anúncios

Poderia ser nós naquela foto

FB_IMG_1527288349666

Poderia ser nós, se você não tivesse feito tanta merda. Poderia ser nós ali naquela foto, se tivesse valorizado o meu amor. Poderia ser nos, o meu cabelo daquele comprimento e eu e você moreninhos, começamos loiros mas com os dois enmorenaram.

Começamos loiros, e quando começamos você era outra pessoa. E foi por essa pessoa que eu me apaixonei. Eu me apaixonei pelo cara que me fez rir tanto em uma só tarde como eu não ria em semanas. O cara que me fez mais feliz do que eu tinha sido a minha vida inteira em 4 horas. Pode ter demorado 4 horas pro nosso primeiro beijo, mas foram as melhores 4 horas da minha vida. 4 horas com um cara que eu não sabia mas iria se tornar o amor da minha vida. O cara que eu não sabia mas eu ia casar com ele e querer cuidar dele a vida inteirinha e ser a melhor mulher que eu pudesse ser pra ele.

O cara que eu ia dormir do lado na cama todos os dias. O cara que ia ser a minha força pros meus dias ruins no trabalho. O cara que ia me dar momentos e sensações que eu nunca tinha tido.

O cara que ia me fazer querer ter filhos com ele, o cara que eu não ia me importar se ficasse meio flácida ou com algumas estrias se da minha barriga saíssem o nossos bebês, com o sobrenome dele na certidão. O cara que eu sonhei em ficar bem velhinha do lado. O cara que amei mais do que tudo nessa vida. O cara que me fez transbordar de amor da cabeça aos pés.

Em pensar que não nos beijamos porque eu pensei que você tinha namorada e você pensou que eu tinha namorado, e o que aconteceu? Nos tornamos namorados. Aquele barco vicking que andava de um lado pro outro e eu segurava a tua mão como se eu fosse morrer de medo de altura, eu tava segurando a tua mão mas eu queria mesmo era estar beijando a tua boca. Eu vou te contar um segredo, eu nem gosto tanto assim daquele brinquedo, eu só fui tantas vezes porque era com você. Aquele passeio só foi bom porque eu tava com você. As nossas horas na piscina, você me ajudando a nadar, os meninos dizendo que a gente era marido e mulher. Ah como eu adorei ser chamada de tua mulher, ali ficou bem claro, a gente ia se tornar marido e mulher.

Podíamos ser nós ali naquela foto, poderia ser nós até hoje. Poderíamos ser os melhores amigos um do outro, os melhores amigos na cama e também na vida. Poderíamos ser uma dupla imbatível. Poderíamos ser o tio e a tia que as crianças falaram aquele dia … mas as tuas palavras rudes acabaram com tudo.

Eu posso não ter sido a única, mas eu fui a única que cuidou de você

tumblr_p80pw9GAtQ1thynt0o1_400

” Eu disse que você era especial, mas não a única.”

Posso não ter sido a única, mas eu fui a única que fez alguma coisa por você. Fui a única que quis te levar pra frente. Fui a única que apostou em você. Fui a única que quis te dar filhos, uma casa, uma família. Fui a única que cuidei de você independente do que fosse.

Fui a única que larguei tudo que estava fazendo pra te ajudar quando tava doente. Era eu que tava do teu lado na cama quando você não conseguia dormir, quando tinha pesadelo e acordava no meio da noite. Era nos meus braços que você se refugiava. Era o meu lugar ali na mesa. Era o meu lado da cama. Era a minha escova de dentes ali no banheiro do lado da sua. Era o meu sobrenome que ia estar no nome dos teus filhos, mesmo que fosse o mesmo que o teu e ia dar tudo no mesmo mas, era o meu sobrenome. (risos.)

Era eu que te abraçava bem forte quando a tua família e a tua casa tavam fodas. Era eu que arrumava as tuas roupas, o teu quarto, o nosso quarto. Era eu que usava a tua camisa que pra mim parecia um vestido, era eu que roubava suas meias. Era eu que reclamava das suas músicas da academia, que pedia pra pelo menos uma vez você ouvir uma música diferente.

Era eu que vestia o teu calção do Muay Thay e não tirava ele do corpo nunca. Eu adorava aquele calção. Era eu que sarava o teu machucado. Era eu que fazia massagem nas tuas costas quando cê tava cansado do trabalho. Era pra mim que você reclamava que o trabalho tava pesado.

Era as minhas roupas e os meus vestidos e os meus shorts dividindo o teu guarda roupa. Era o meu cheiro aquele do perfume. Era eu na foto do almoço de família, do aniversário do amigo, era eu que cantei parabéns ao teu lado na foto do teu aniversário. Eu que passei dois aniversários ao teu lado. Era eu que comi pizza até vomitar e depois fomos pra casa e reclamamamos que estávamos gordos. Era comigo que fazia todas essas bobisses e besteiras, mas era comigo, era eu que tava do teu lado.

Era eu que tava do teu lado em cada perrengue, em cada fase ruim. Era a minha mão que você segurava quando precisava desabafar. Eu que fui tua amiga, tua companheira, tua mulher, tua amante, tudo na mesma mulher. Era eu que fazia tudo pra te agradar. Era da minha barriga que ia sair os nossos, era a minha mão que você ia segurar na hora do parto, era a minha genética e o meu nariz de batata que eles iam herdar.

Eu sei que eu não fui a única, eu nunca fui a sua prioridade, você nunca teve medo de me perder. Você nunca quis me valorizar.

Eu sei que eu não fui a única, mas eu fui a única que te amou de verdade e fez algo bom pra e por você.

Acabou. Ponto final aqui.

tumblr_p80zhjVU5u1s691b5o1_400

Se não tivesse tentado não seria eu, você me conhece. Se não tivesse me estabacado e quebrado a cara por você também não seria eu. Eu tentei, e era meio óbvio que eu ia fazer isso, eu ia tentar fazer tudo que eu podia pra te fazer enxergar, pra te cuidar, eu me afundei, eu tentei te ajudar e você cravou uma faca no meu peito. 

Parabéns, você finalmente conseguiu. Eu não vou mais te incomodar, eu não vou mais ligar nem querer saber como cê tá. Agora acabou, deu, ponto final. Agora eu entendi o que todo mundo disse por tanto tempo e eu nunca quis ouvir.

Agora eu vi, não adianta. Não adianta por que você uma é pessoa ruim, você é cruel. Quando não precisa mais das pessoas não exita se quer um pouco em magoa – las. Se quer é grato e se quer teve um pingo de respeito por tudo que eu fiz por ti e tudo que me falou e todo amor eterno que me jurou um dia e quando disse que nunca mais ia me abandonar e magoar. 

Eu deixei, eu deixei você fazer tudo que queria, eu deixei você me causar inúmeras dores, feridas, machucados, cicatrizes, hematomas, traumas, todos os tipos de dores possíveis você me causou. Eu deixei você me tratar feito alguém que não tinha importância, eu deixei você me usar como um brinquedo. Deixei por causa de uma ilusão idiota de que o meu amor ia te mudar, mas nada vai te mudar, porque você não quer mudar, quer continuar sempre na mesma vidinha, e porque o teu coração é de pedra, você não sente nada, nem ama ninguém a não ser você mesmo. 

Pronto, conseguiu, parabéns. Acabou. Não quero nunca mais saber de você. Não quero nunca mais ouvir sobre você. Vou esquecer que um dia você existiu na minha vida e que  um dia eu te amei. Acabou. E só isso que eu tenho pra dizer. Acabou. Ponto final aqui. 

Se a gente colhe o que planta, porque eu colhi dor se eu plantei amor?

tumblr_p78eo36o9D1t9760vo1_400

” Se a gente colhe o que planta, por que eu colhi dor se eu plantei amor? ” – desconheço autor. 

Se a gente colhe o que planta, porque eu colhi dor se eu plantei amor? porque ele me fez tão mal, se eu só queria fazer ele o melhor marido do mundo? porque ele me humilhou, se eu só tentei cuidar dele o máximo que eu consegui? porque que ele me tratou tão mal, se todo o tempo que estivemos juntos eu só fiz amar ele mais que tudo? se a gente colhe o que planta porque eu colhi tanta dor, se eu dei todo o meu amor pra ele?

Eu nunca tive um amor de verdade, eu nunca tive ninguém que me tratasse bem, eu não sabia como era um amor bom. Mas mesmo que eu nunca tivesse tido eu queria dar esse amor pra ele.  Mesmo que ninguém tivesse feito isso por mim eu queria fazer isso pra ele. Eu queria dar pra ele o melhor amor que ele já tinha recebido. Eu queria fazer por ele o que ninguém fez por mim. Eu queria ser pra ele a melhor mulher do mundo. Eu queria cuidar dele pra sempre. Eu queria dar pra ele o melhor amor do mundo, mesmo que eu nunca tivesse tido ele.

Eu queria casar com ele, eu queria dar filhos pra ele, eu queria dar uma família pra ele. Eu queria que ele pudesse sentir essa bênção, sentir esse momento comigo. Eu queria ser a companheira pra tudo, nas horas boas e ruins. Nos sorrisos dele e quando ele acordasse de noite doente eu ia correndo ajudar. Sentar ao lado do meu veio e ver os nossos netos correndo pela casa.

O meu amor era puro, eu só queria fazer ele feliz. Eu não sei porque ele me fez tão mal. Porque me falou coisas tão horríveis, porque fez coisas tão horríveis. Eu só tentei fazer o bem pra ele e ele me enchotou como se eu fosse um bicho, como se eu não fosse nada, ele me humilhou como se nunca tivesse dito um dia que eu era a mulher da vida dele.

Se a gente colhe o que planta, porque ele me causou tantas feridas, se eu só quis curar as dele?

O amor da minha vida faz eu querer morrer todos os dias

PicsArt_04-22-01.51.49

O amor da tua vida faz você querer se matar todos os dias? o meu faz. 

O amor da minha vida me coloca uma mordassa todos os dias. É como se colocasse uma arma no meu pescoço, eu me tornei refém dele, eu não posso falar nem fazer nada que ele não goste, se alguma coisa sair do controle ele me critica, me xinga, me diminui. E diz o quanto eu sou uma pessoa horrível por isso.

Eu também não posso contar dos meus problemas ou minhas dificuldades pro amor da minha vida porque ele tem nojo de ouvir sobre eles. Eu também não tenho permissão pra achar nada ruim, ou pra pedi – lo pra parar um pouquinho o que esteja fazendo para que me dê atenção porque eu tô precisando muito dele, por que se eu peço ele me xinga, e aí eu tenho que passar horas ouvindo ele falar o quanto eu sou ruim e como não compreendo ele.

O amor da minha vida faz eu viver numa prisão, ele faz eu querer me matar todos os dias. Ele faz eu me sentir um lixo, me sentir fraca, me sentir pequena. O amor da minha vida me agride física e psicologicamente.

Eu achei que o amor da minha vida fosse me fazer me sentir amada e me elogiar todos os dias, mas ao invés disso ele me deprecia e me critica e me põe milhares de  defeito todos os dias. Eu achei que quando tivesse um marido eu ia me sentir bem na companhia dele, mas eu me sinto mal. Eu achei que o relacionamento ia me dar força e me fazer querer realizar todos os meus sonhos, mas  ao invés disso ele só me suga e me faz ter vontade de ficar na cama o dia todo, eu não tenho vontade de fazer nada.

O amor da minha vida faz coisas horríveis, diz coisas  horríveis, e eu tenho que ficar calada, eu tenho que ouvir tudo e me deixar corroer por dentro porque se eu falar qualquer coisa ele me xinga. O amor da minha vida não me dá prioridade na vida dele, as amiguinhas são sempre mais importantes que eu, os amigos são sempre mais importantes que eu. O amor da minha vida respeita todo mundo, menos eu que sou a mulher dele. O amor da minha vida é incrível com todo mundo, menos comigo.

O amor da minha vida me faz me sentir culpada por fazer qualquer coisa que ele não goste. É como se eu fosse um robô, não tem opinião sobre nada, não reclama e questiona nada, apenas sorri e diz que ele está sempre certo, pra ele me amar eu preciso ser assim. 

Pra nós não brigamos eu preciso esquecer o que eu tô sentindo e me calar. Eu faço tudo pra agradar ele, eu faço tudo pra que o meu casamento seja bom e eu faço tudo pra ser a melhor mulher do mundo pra ele mas isso não é o suficiente. Pra ele nada nunca é suficiente, eu faço de tudo pro meu casamento da certo mas ele não se esforça pra isso também. Eu faço tudo pra não brigar mas ele por qualquer coisa briga comigo. Eu me sinto fraca, me sinto mais fraca a cada dia que passa.

Esse é o amor da minha vida. Esse é o meu casamento. E esse é o cara que era pra me proteger todos os dias da minha vida. 

Ele não está tão afim de você

tumblr_p662rmfpei1rbbwv5o1_400

Oi, hoje mais cedo eu tava vendo um filme, o nome dele era Ele não está tão Afim de Você, eu confesso que eu achei que o que fosse ver ali era diferente do que eu realmente vi. Aquele filme que na verdade eu escolhi ver por acaso, acabou sendo o melhor filme que eu poderia ter visto hoje. 

Entre as coisas que ele fala, é que existe a exceção, e a regra. 

Que nós mulheres crescemos ouvindo histórias de amores incríveis típicas como aquela em que o cara era um mulherengo experiente e que só queria mulheres pra transar, é aí de repente ele conhece uma mulher e ele se apaixona por ela e muda completamente e se torna o cara mais fiel e carinhoso da face da terra. Ou aquela em que o cara traía a mulher e ela descobriu e, os dois juntos decidiram lutar pelo casamento e ai ele finalmente viu que tava errado e nunca mais a traiu e se tornou o melhor homem do mundo.

Que as vezes a gente se sujeita a situações e caras que nos fazem muito mal e que nos auto agridem de uma certa forma porque achamos que somos as ” exceções”, mas talvez não seja. Você se sujeita a ligar milhares e milhares de vezes pra ele sendo que ele não ligou a tá na cara que ele não quer nada com você, porque a prima da amiga passou pela mesma situação e ligou pro cara e hoje eles estão casados e felizes. Você corre atrás de um cara que só te faz mal e te trata feito lixo porque acha que um dia ele vai se dar conta de que você é o amor da vida dele e vai te valorizar e te amar pra sempre. Você olha dia e noite o visto por último do whats dele e espera uma mensagem porque acha que em algum momento ele vai sentir a tua falta e vai te ligar dizendo que não consegue viver sem você e vocês vão casar e ter filhos.  Você se sujeita a humilhações, a ser desvalorizada, colocada de lado, feita de segunda opção. Você deixa um cara te fazer de gato e sapato porque o marido da amiga da tia fazia a mesma coisa, e daí um dia ele mudou e hoje são muito felizes. Você aceita as traições dele porque conhece um cara que traía a esposa mas um dia ele se deu conta de que a amava e nunca mais fez isso. Você aceita um cara que termina tudo a cada final de semana pra ir pra balada e porque ” tá cansado de ter alguém ” e pra fazer tudo que quer sem dar satisfação e que tá na cara que não gosta de você de verdade porque tem aquela porcaria de esperança de que o teu amor vai mudar ele e ele vai enxergar que te ama e nunca mais vai te abandonar e vai se tornar o melhor homem do mundo, porque a gente acha que é a exceção, mas talvez seja a regra.

A regra, que diz que se um cara te larga milhares de vezes é porque ele não te ama de verdade e não se importa com você. A regra de que se um cara não liga, é porque ele não quer sair com você. A regra de que se um cara te trai uma vez ele vai te trair sempre enquanto você deixar. A regra de que um cara que faz coisas horríveis pra você é humilha você, vai fazer isso sempre, enquanto você não tomar uma atitude. As vezes a gente não é a exceção, é a regra. E a regra é dura, dolorosa, mas é clara e certa.

Lá de vez em quando, a gente acha uma exceção, mas a verdade é que na maioria da vezes ele não vai mudar, ele não vai descobrir que te ama e mudar do dia pra noite, ele não vai parar de trair de você, ele não vai parar de te machucar e ele não vai parar de terminar a cada final de semana enquanto você não tomar uma atitude.

Eu pensei, muito  sobre isso. Você achou que eu ia falar que somos uma exceção? não, somos a regra. A verdade por mais dura que seja é que você não vai mudar. Você não vai descobrir que me ama e nunca mais ir embora. A gente não vai ter um relacionamento duradouro e nem uma casa cheia de filhos e cachorros. Você não vai entender tudo que eu já fiz por você e ser grato por alguma coisa, não vai ter consideração pelo tempo que passamos juntos. Você não vai parar de fazer coisas horríveis, o meu amor não vai te mudar, porque você não é a exceção, você é a regra. Você teve inúmeras chances de me mostrar que eu tô errada, mas não mostrou.

A gente tem que saber distinguir quando um cara gosta realmente da gente e quando ele não gosta, quando a gente é a exceção, e quando a gente é a regra.

Eu sou a regra, você é a regra, você não vai mudar. E isso não vai parar enquanto eu não der um fim de uma vez nisso tudo. Enquanto eu acreditar nas tuas promessas, enquanto eu estiver sempre aqui quando você bater na minha porta, enquanto eu não bloquear as tuas ligações, rasgar as nossas fotos e acabar com tudo de nós que existe na minha vida.

Curto, claro, e grosso: Acabou. Acabou, não tem mais o que tentar, não tem mais o que esquecer, não tem mais o que superar, não tem mais o que recomeçar. Acabou.

Você não vai mudar, a gente não vai mudar. A nossa história não vai se tornar perfeita, acabou.

 ” Talvez o meu final feliz, seja só seguir em frente.” 

Boa noite moreno.