Eu trancada naquela casa, enquanto você fazia suas besteiras por aí …

1

Eu tava cansada. Entediada. Estagnada. Acabada de todas as formas. Eu não aguentava mais ficar trancada naquela casa olhado pras paredes, enquanto você vazias suas besteiras por ai. Tava cansada de me sentir um lixo, de me culpar por cada besteira que você fazia e por que eu te deixava ficar no outro dia. Depois de suas noitadas você chegava com aquele cheiro de álcool misturado com perfume de mulher barato e dizia que nada tinha acontecido. Eu sabia que não era verdade, sim, por que em uma de meus acessos de raiva, em uma de suas noitadas eu te segui, e vi o que eu não queria enxergar, o que você já tava esfregando na minha cara e eu me cegava de todas as formas pra não ver. Eu vi. Eu sabia que era mentira. E você com a maior cara deslavada dizia que não, e era só essas tuas mãos e esse teu cheiro chegarem perto do meu rosto que eu aceitava, eu queria tanto que aquilo fosse verdade que eu acreditava nas tuas palavras vazias. Só que isso não impedia que a culpa me tomasse instantes depois. A noite quando eu chorava baixinho pra você não ouvir e eu continuar me fingindo de forte… Eu fui me diminuindo cada vez mais. Me deixando de lado. Esquecendo de mim mesma em nome de um amor que não existia mais a muito tempo. Podia até ter alguma coisa ali, mas não era mais amor. Era vaidade. Rotina. Cê tava comigo simplesmente por estar, por que era mais cômodo, por que de vez em quando ainda rolava uns beijos quando queria. E eu aceitava. Nem eu sei como eu ainda era apaixonada por você mas eu era, eu queria aquele amor e se migalhas eram a única coisa que eu pudia ter, eu aceitava. Eu tava me machucando cada vez mais sem perceber. Não por minha culpa, mas quando você tá parado no meio do trilho do trem mesmo sabendo uma hora cê vai ser atropelado e ainda assim continua ali, você ficando cada vez mais roxo. E eu tava ficando cada vez mais marcada. Eu não podia mais continuar ali aquilo tava me matando. Os poucos momentos bons já não recompensavam mais as lágrimas que eu chorava todo dia. Eu sabia que ia doer demais. Eu tinha que fazer aquilo rápido antes que eu perdesse a coragem. Soquei todas as roupas na mala, pus no lixo aquela foto do porta – retrato da mesinha de cabeceira, aquela foto não fazia mais sentido. Aqueles sorriso já não dávamos mais a muito tempo … Eu soquei tudo na mala e fui embora, tentar resgatar o meu amor próprio que eu tinha perdido em algum lugar daquele casamento … 

Quando eu for a sua menina perfeita, eu não vou mais gostar de você …

tumblr_olh32doa4n1rom69mo1_500

Enquanto eu insistir, enquanto eu desviar caminho pra te ver nos corredores, sinta – se feliz. Enquanto eu ficar com uma cara fechada morrendo de ciúmes em cada uma de suas noitadas mesmo sem você ser meu. Enquanto eu for aquela chata pegajosa que você já cansou de mandar embora e está sempre ali, que não cansa de levar porrada. Aquela chata que mesmo com o coração todo machucado por você ainda arranja tempo pra te fazer um cafuné quando você precisa de um ombro pra chorar e ninguém mais tem tempo. Enquanto eu for esse chata grudenta que te dá tédio, sinta – se feliz. Por que quando eu não ficar mais com ciúmes de nenhuma delas. Não me importar se vou te ver ou não, esquecer o teu nome. Quando eu não ficar mais braba por você me chamar só quando tem tempo sobrando. Não ficar te amolando querendo conversa o tempo todo. Quando eu for essa menina perfeita que você quer, eu não vou mais gostar de você. Quando eu não te perguntar mais todos os dias como foi o seu dia. Quando as minhas pernas não bambearem mais, eu não vou mais gostar de você. Então meu caro, se quer fazer alguma coisa faça agora. Não adianta perceber isso depois que a xícara de café quebrar e o café já estiver todo derramado na mesa … 

Você se tornou dor …

É meu bem, você mudou. A algum tempo atrás eu conheci um menino doce, de encanto. Que eu chamava de príncipe, porque fazia eu me sentir como uma princesa. Eu me perdia de amor nos teus braços, tu não tem noção do quanto. Era amor que transbordava, pelos coração que quase saia pela boca quando te via e pelos olhos que brilhavam uma luz que podia iluminar o resto do mundo de tanta alegria que eu ficava aqui no peito ao te ver Aquele meu abraço apertado, beijinho na testa e cuidado. Aquele meu anjo que me trazia um sorriso em cada manhã, no fim de tarde, a noite, todos os dias É meu bem, você mudou. Mudou o cabelo, deixou a barba crescer, e o coração endurecer. Eu não te conheço mais. Não sei de onde veio esse menino frio que hoje eu vejo. Sem sentimento algum machuca, fere, dilacera em mil pedaços todas as partes do meu corpo com apenas uma palavra. Essa tua frieza, indiferença, essa tua carinha de sem vergonha, e esse teu olhar, que eu nem conheço mais. Teu desapego me machuca, essa tua mania de ficar pulando de galho em galho. Aquela garanhão que pega todas as meninas da cidade, para satisfazer suas noites de prazer … Aquele coração frio, que usa o meu coração, que pulsa aqui dentro todos os dias morrendo de amor por ti. Eu vejo esse sentimento jogado, pisado, pisoteado ali no chão. Com uma fila de pés passando por cima. Eu vejo o meu sentimento, mais do que tudo machucado. Sabe, eu não sei mais dizer o que aconteceu. Você já quebrou, jogou na parede, despedaçou, e quebrou mais um pouco. Eu não sei nem como ele continua aqui. Parece que ele gosta de sofrer … você usa, usa – o como se fosse um casaquinho, que achou bonito para ir a balada, e no outro dia joga na lata de lixo porque não lhe satisfaz mais. E eu fico ali, jogada, me sentindo humilhada, usada, abandonada. Mais um joguinho, mais um momento de diversão para o jogador nato … Cê sabe o quanto dói? ver que a pessoa que eu mais gosto no mundo, me olha como se eu fosse apenas uma passatempo, me usa como um acessório de sua vaidade, um beijinho de fim de tarde, e o pior, você imagina o quanto dói em mim mesma todos os dias ver que eu deixo isso acontecer. Que eu mesmo jogo meu sentimento pro alto em troca de um míseros segundos. Que eu mesma não me dou o valor que merecia. É uma dor, muito grande moreno. Demais. Eu não te conheço mais, aquele meu anjo, ele sabia valorizar o sentimento de quem amava. Ele sabia o que era amor. Ele não maltratava. Ele não tinha esse gelo no lugar do coração Eu não te conheço mais, eu não te encontro mais moreno, em meio a esse mar de lágrimas que você se tornou

Desktop

Foi exaustiva essa competição …

Não sei quantas vezes tive que bater de cara na parede para entender que ela não vai sair de lá só porque eu quero que ela saia Não adianta, não posso mais ficar puxando essa corda sozinha … Minhas mãos passaram de avermelhadas a roxas. A dor tá caminhando por todo o corpo. Foi exaustiva demais essa competição Chega, to tirando meu time de campo, assinando minha carta de demissão hoje mesmo e quero fazer isso agora antes que eu perca a coragem. E quero aproveitar e falar tudo que está entalado aqui a muito tempo. Me dói, me dói sim ver que mesmo com tudo que faço por você, você prefere alguém que nem se importa se vai ter ver amanhã ou não. Me dói sim ver que o teu sorriso é maior para alguém que te ignora do que para mim que fico feito uma boba com aquele telefone na mão esperando uma mensagem tua. Dói ver que mesmo que eu faça e faça e refaça e faça mais um pouquinho, e me entregue completamente,nada adianta. Meu Deus eu já perdi as contas de quantas vezes eu caí, mas levantei e continuei por tua causa, para tentar de novo nós dois.E todas elas bati de cara na parede mais uma vez. Eu já perdi as contas de quantas vezes eu gritei de dor no travesseiro porque ela tava me matando Quantas vezes eu fiquei sentada ali na beirada da cama olhando no espelho, com as lágrimas passeando pelo rosto e perguntando a mim mesma Porque eu ainda continuo aqui? me chamei de burra umas cem mil vezes por ainda tentar. Quantas vezes ouvi das pessoas que não era para ser … e tinha que aguentar o coração se partindo em mil micro pedacinhos fazendo birra que não queria ir embora, mas o pior e que eu sabia que aquilo não ia dar em nada, talvez era isso que mais me machucava … Foi exaustiva essa competição. Eu to cansada, as marcas estão por todos os lados e não tem mais como esconder. Eu até conseguia mas você fez tantas outras que elas foram se acumulando e ficou impossível disfarçar com a maquiagem, dos olhos e do coração…  é porque para você já não deve ter mais graça não é, você deve ser um daqueles jogadores de plantão. Fazem de tudo, movem o mundo para conquistar. Mas quando finalmente conseguiu o objetivo, já chegou no ponto final, para que continuar não é mesmo? e então partem para outra sem ligar a mínima se deixaram um ou dois corações se contorcendo de dor por aí. Não tem mais graça … chega, parabéns, você conseguiu. E estou indo embora. Chega de ficar pelos cantos mendigando o teu amor. Uns beijinhos sem cor. Só por diversão. Tem sim importância, e eu vou começar dando ela a mim não a você. Eu sou inteira demais para ficar aqui. É por isso que eu estou indo embora. Eu não mereço isso, você sabe que eu não mereço. E se você não pode dar a devida importância que eu mereço, então não devo ficar aqui … Adeus moreno, vou embora agora … 

Desktop

Me diz como faz para te esquecer moreno?

Me mostra moreno? diz como faz para te esquecer porque eu ainda não sei. Me mostra como faz para te arrancar daqui de dentro por favor, to procurando essa receita já faz tempo. Já arredei todos os móveis da sala, tirei tudo do lugar. Pintei as paredes do quarto para ver se aquela cama não me lembra mais você cantando para mim O teu olho brilhando e eu mais do que tua. Aquela cena de você sorrindo não sai da memória. Da lembrança de um anjo bom que foi embora, e até hoje o corpo chora Já rasguei aquela foto em pedaços, mas o problema são os que ficaram no coração. Entranhados, grudados aqui dentro e não querem sair por nada. Nem que eu tente arranca – los diariamente, eu ainda não aprendi a fazer isso direito Esses dias tocou na rádio a nossa música, juro que segurei o que pude, mas não deu para apartar as lágrimas que insistiram em rolar E olha que nem as escuto mais, mas quando começa a tocar, a nostalgia me toma conta e não consigo mudar de estação. O dedo trava no botão, pelo menos por alguns minutos tenho você ali pertinho de mim outra vez. O problema é quando a música acaba e você vai embora, eu lembro que você não está mais aqui, morro de saudade. Me mostra moreno? como faço para tirar você daqui?

tumblr_ob1dd487ov1t9760vo1_1280

Joelho ralado de amor …

As vezes acho que não nasci mesmo para esse tal de amor. Nas várias histórias da minha vida, pelo menos no começo delas, eu vi tanta gente indo embora Tantas feridas para cicatrizar. Sabe quando você anda de bicicleta quando criança e rala todo o joelho? então, demora um tempo até ir curando … Você vai cuidando, de pouquinho a pouquinho e quando tá quase sarando bate o joelho na quina e a ferida se abre novamente. Pronto, o circo montado, dor para tudo que é lado. Já mais frágil do que a primeira vez, o joelho já não tem tanta força. Eu me sinto assim, como uma criança com o joelho ralado, to fraca. Toda roxa, já gastei todos os curativos, o pote está vazio. Cada vez que acho que vai dar certo, que dessa vai, pronto, lá vem a onda e acaba com todas as expectativas … Talvez seja um pouquinho minha culpa. É que sabe, eu nunca tive uma história de amor dessas que sempre quis ter. Elas sempre são interrompidas, eu sempre tenho que ver as pessoas indo embora da minha vida sem poder fazer nada… Fazer o que? ele quis ir embora, não podia impedir. Não havia mais nada a fazer, era isso o que mais me doía Eu sempre quis ter uma história bonita, dessas que vejo nos filmes de comédia romântica que adoro. Talvez esse seja meu erro, filmes não existem na vida real, o meu príncipe não vai ser perfeito como o mocinho do filme Eu sempre quis ter uma história que durasse, alguém que ficasse. Nessa minha ânsia de um amor, acabo indo rápido demais. Crio mil e uma expectativas de um alguém que sempre quis, e na maioria das vezes, quase sempre, minha cara cai no chão, porque isso nunca acontece. Tenho que ver ele jogar fora todos os planos que um dia fiz para nós. Não sabe o quanto isso é frustrante para o coração … De tantas idas e vindas eu só queria alguém que não desistisse de mim. Sei lá, alguém que aceitasse esse meu jeito todo torto de ser. Alguém que me ajudasse a entender, o amor como ele é. Porque na verdade não sei, nunca ninguém ficou por muito tempo, não sei como montar as peças desse tal de amor. Ninguém nunca deixou eu chegar até o fim do quebra – cabeça … Alguém com paciência. Com muito amor para nos dias que o medo falar mais alto e eu gritar que o detesto e que é igual aos outros, me sacudir bem forte e dizer … -Olha para mim, para com isso, eu te amo, não vou deixar você estragar tudo outra vez, nunca vou te machucar … e terminar com um ” Vem cá morena ” e um cafuné. Alguém que saiba o que quer. Queira de verdade. Que entre ir, escolha ficar 

tumblr_ob8rslx45j1t9760vo1_1280

Para você guardei o amor …

Leia escutandoPara Você Guardei o Amor

Para você eu guardei. Aquele amor que vem aqui de dentro e explode a gente de alegria. A gente se entrega de corpo e alma e deixa o amor trazer as novidades. Bota a mão, para receber aqueles dedos entrelaçando – a Aquele amor de brilhos nos olhos. Correr por entre aquela grama verdinha com o sorriso de orelha a orelha e as roupas coladas ao corpo molhadas de um banho no lago onde brincaram feitos crianças e viram seus reflexos n’agua, seus rostos colados, filhos e a futura cor da parede do quarto. Um passeio por essa natureza maravilhosa e tudo que ela tem de lindo,os lugares mágicos e o climinha bom de uma fogueira no friozinho da noite, com muita música boa e amigos Aquele amor de braço aberto na luz do sol e muito sorriso no coraçãoPara você guardei aquele amor sincero, de beijinho na testa e toda proteção quero te dar, cuidar. E todo o cuidado de ti receber. Para você eu revelar todo aquele amor que tenho vontade engasgado aqui no peito. Aquele sem medo. Sem medo de mostrar. Quero escancarar. Gritar aos quatro ventos o quanto te amo, pular em teus braços e ser eternamente feliz. Olhar para você e ver a sorte grande que eu tirei. Lutar juntos, crescer juntos, amar juntos Aquele abraço forte, cheiro no meu travesseiro toda manhã. Moreninho, do olho puxado e um charme que olha. Pega pelo braço, chega bem forte e dá um beijo que tira o folego. Oh moreno! Tirar foto com careta, fazer brigadeiro e as pazes com um beijo no final das brigas. Amor de paz, amor de bem. Amor que tem muito amor também

tumblr_o93nk62jot1s2y6zfo1_1280